domingo, 31 de março de 2013

Páscoa

No dia 26 passado, no turno da noite, foi realizado um evento de "BOAS-VINDAS" na Escola.

Após o acolhimento por parte da Diretora em exercício, Andréa,  o convidado para falar sobre o significado da Páscoa, Padre Thiago Higor da Comunidade Ortodoxa Nossa Senhora do Líbano, fez uma pregação que contou com o envolvimento da maioria de alunos, professores, técnicos e funcionários. Ao final um aluno agradeceu ao padre, elogiou a iniciativa da Escola e dirigiu suas palavras aos professores.

Algumas imagens da cerimônia:






sábado, 30 de março de 2013

Calouros 2013

A Escola Vilhena Alves parabeniza os alunos que foram classificados para os cursos superiores.
A imagem mostra a comemoração no turno da manhã:


terça-feira, 26 de março de 2013

Escola Vilhena Alves tem ação contra o racismo

Destacamos a iniciativa da professora Léa Paraense Serra e da turma M2NJ02 que construíram uma aula sobre a diversidade étnico-racial.

Combate à Discriminação Racial


Em 21 de março, Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio VILHENA ALVES, no turno da noite, Turma M2NJ02, ao apresentarmos os conteúdos curriculares a serem aplicados durante o período letivo de 2013, chamamos a atenção para o tema
A questão Étnico Racial
iniciando uma discussão que contou com a participação de alguns alunos entre os presentes na Turma: Adriani Floraci, Rogério Pinheiro, Carlos Alberto, Neylson de Oliveira, Rayana da Silva, Raphael Mello, Marcos André, Alexandre Dias e Michel Vitor.
Como recurso metodológico utilizamos parte do texto inserido na postagem feita pela COPIR:
Eliminar a discriminação contra negros

Acrescentando informações sobre a Lei Afonso Arinos  e sobre a Lei nº 7.716/1989 denominada Lei Caó (por força do parlamentar Carlos Alberto Caó, autor do projeto de Lei na Câmara dos Deputados).

Esta postagem, de forma pontual atende à sugestão da Copir/Seduc/PA, mas o tema em questão é frequentemente discutido nas aulas de Sociologia.


Postagem no site da COPIR 

quinta-feira, 21 de março de 2013

http://2.bp.blogspot.com/-ek48pyRXHpE/T2nbue4RTCI/AAAAAAAAAOc/pUdSdu0W7dQ/s1600/21%2Bde%2Bmar%25C3%25A7o.jpg

Massacre de Shaperville – Era 21 de março de 1960, quando ocorreu no bairro de Sharpeville, na África do Sul, um protesto contra a Lei do Passe, que obrigava a todos os não-brancos do país a usarem uma caderneta. No documento constava a cor, etnia e profissão de cada negro, sua situação na receita federal e restringia o acesso aos bairros brancos da cidade.
A manifestação reuniu vinte mil manifestantes na cidade localizada em Johannesburg. Tratava-se de um protesto pacífico, mas mesmo assim a polícia sul-africana o conteve com rajadas de metralhadora deixando 180 pessoas feridas e 69 mortos. Em 1976, a Organização das Nações Unidas oficializou a data como memória tornando-a Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Eliminar a discriminação contra negros

Na data em que se relembra o que foi considerada a maior chacina de negros da história, o Massacre de Sahperville, Eloi Ferreira de Araujo, presidente da Fundação Cultural Palmares, publicou por meio do jornal Folha de São Paulo o artigo Eliminar a discriminação contra negros.
A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial a fim de garantir a reflexão sobre os impactos do racismo na sociedade.

Fonte: Palmares 
no blog da COPIRSeduc

domingo, 17 de março de 2013

Início do período letivo: 18 de março


Escolas da rede estadual iniciam ano letivo

Cerca de 400 mil estudantes da Rede Pública Estadual de Ensino iniciam suas atividades letivas na próxima segunda-feira (18). As aulas iniciarão para os alunos matriculados em todos os níveis e modalidades de ensino: Ensino Fundamental, Médio, Educação de Jovens e Adultos e escolas de Educação Tecnológica e Profissional, das 1200 escolas estaduais em todo o Pará.

A partir deste ano,  a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) dará um grande passo para alavancar a educação básica paraense com o Pacto pela Educação, um esforço integrado de diferentes setores e níveis de governo, da sociedade civil (Fundações e demais organizações sociais), da iniciativa privada e de organismos internacionais, com objetivo de promover a melhoria da qualidade da educação aumentando em 30% o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em todos os níveis: Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio, num período de 5 anos.

E como um dos objetos do Pacto é proporcionar um ambiente agradável para melhorar o rendimento da comunidade escolar, desde 2011, cerca de 200 escolas passaram ou estão passando por reformas e adequações. Além disso, a Rede Estadual já deu início às licitações de outras 400 obras previstas pelo programa Mais Saber. Entre reformas, construções de novas escolas, ampliações, cobertura e construção de quadras poliesportivas, são investidos cerca de R$ 350 milhões.

Todas as escolas que passaram por melhorias na rede física também receberam mobiliários novos. Somente em 2012, a Seduc entregou 88 mil carteiras escolares, além de conjuntos de mesa e cadeiras para professor, quadros magnéticos e conjuntos de mesa para as bibliotecas. Para o 1º semestre de 2013 estão previstas a entrega de mais 40 mil carteiras.



http://www.agenciapara.com.br/noticia.asp?id_ver=119437


















quarta-feira, 13 de março de 2013

PROENEM / 2013

SEDUC PARÁ / PROENEM – Programa de Fortalecimento do Ensino Médio

CHAMADA – ÁREA DE CONSULTA DO ALUNO

Em virtude da nova avaliação do IDEB do Estado do Pará que ocorrerá este ano, no qual pretendemos manter em alta, o ultimo nível obtido na avaliação do referido processo, estamos propondo o PROENEM - Programa de Fortalecimento do Ensino Médio, por meio da Coordenação do Ensino Médio da SEDUC-PA, cujo objetivo principal é propiciar ao aluno da 3ª Série da rede estadual de ensino público a complementação ao que é trabalhado na escola acerca dos saberes exigidos pelos programas de acesso ao Ensino Superior das universidades paraenses, sobretudo, das que também irão adotar o Exame Nacional de Ensino Médio – ENEM como critério de seleção, consiste em uma ação da SEDUC que se caracterizará pela preocupação em integrar os saberes inerentes às diferentes áreas de conhecimento de forma crítica, para além da mera transmissão e reprodução mecanizada e massificadora de conteúdos.